quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Algumas revelações sobre a banda! ^^

Bem pessoal, isso aqui nada mais é que algumas conclusões que cheguei a respeito das músicas>> Romeo & Juliet, Love over gold e In never Rains.

Elas parecem formar uma trilogia sobre o mesmo Romance!

Mas primeiro, um pouco de arqueologia Knopflerianda! ^^

Tudo começou em Setembro de 1979, durante a segunda visita do Dire Straits aos Estados Unidos.

O Communique foi muito criticado na América, o disco vendeu 350.000 copias, comparado com os 1.2 milhões do primeiro álbum.

Enquanto isso, a Europa não se cansava de escutar Dire Straits, a banda fez uma triunfante turnê pelo Reino Unido, onde o Single “Lady Writer”, fez muito sucesso quanto “Sultans”, alcançando o número 51 na lista da Music Week.

Dire Straits estavam metidos nos circuitos de festivais europeus. No Pink Pop Festival, na Holanda, tocaram para 60.000 pessoal.

Quando eles foram fazer a segunda visita aos Estados Unidos, o Communique não havia alcançado o êxito que merecia. O efeito foi aparentemente imediato, e contado que estavam constantemente em turnê, longe de suas casas, isso estava afetando os membros da banda, especialmente a Mark Knopfler.

Paul, maneger do Dire Straits, revela: “Eu estava realmente preocupado com ele. Não estava comendo, estava terrivelmente pálido, sempre estava cansado e estava perdendo muito peso. Na Philadelphia insisti que ele fosse ver um médico.
Depois de examiná-lo, o medico saiu e disse: Passei-lhe um complexo vitamínico e esta bem. “Seu verdadeiro problema era nada mais que sua noiva.”

Ela se chamava Holly Vincent, líder de uma banda chamada Holly and the Italians onde Ed e Paul também eram os managers.

Holly estava agora mesmo ensaiando na Inglaterra.

Paul continua: A chamei pelo telefone e lhe disse: "Holly, isso não é justo. Depende de ti, pois Mark está realmente deprimido por não estar contigo. Seria muito bom se pudéssemos surpreende-lo se você visse vê-lo”. Ela me disse: Para dizer a verdade, estou a ponto de deixá-lo. “Ia dizer-lhe que tudo está acabado”. Não quero saber disso. Mark estava completamente louco por ela.

Paul continua: Ele a chamou literalmente alguns minutos antes de seguir para o palco naquela noite e parece que ela o deixou. Eu não sabia de nada disso, até tocar “Where do you think you are going” para finalizar o concerto, pude ver que algo estava errado Mark. Ele cantou a canção de uma forma que não havia tocando antes. Ele estava quase chorando.

Mark caiu em uma profunda depressão, todos os dias sentava-se sozinho no ônibus, isolado de todos, comunicando-se raramente com alguém. Esse sentimento se propagou exageradamente conforme ia chagando os dias e mais concertos.

Os três últimos meses de 1979, foram terríveis.Mark não podia voltar para Deptford. Em Novembro a banda fez uma turnê pêra Europa, a turnê teve muito êxito, segundo Ed disse: todo mundo havia trabalhado muito, muitas entrevistas e muitas aparições na televisão. Enfim, quando terminou a turnê, a banda foi descansar e em Fevereiro Mark e Ed foram para Nova York checar alguns estúdios para produzir o terceiro álbum.

Na semana santa, Mark e Paul voltaram para Londres para passar um fim de semana. “Mark e eu estávamos muito unidos naquele tempo, cita Paul. Creio que via Mark umas seis noites por semana. Não sei se havia trabalhado em Romeu and Juliet antes de ir para Londres, provavelmente sim.

Era uma casa enorme, havia muitos livros- Shelley, Wordsworth, Longfellow e uma chaminé. Era uma preciosa casa antiga. Mark se levantou em uma manhã, acendeu a chaminé e começou a tocar a sua guitarra. Me disse que havia escrito uma nova canção, “Romeu And Juliet”. Me fez chora quando a escutei, pois estava tão unido a Mark que sabia exatamente o que estava passando. A frase onde diz: “E agora você diz Romeo você sabe que eu tive um historia com ele.” Aquelas palavras acabaram com meu coração. Foi horrível. Esse cara estava muito apaixonado por essa garota.

Paul também disse: Nunca me decidi se Solid Rock “que foi escrita justamente durante aqueles dias tristes n a segunda vista do Dire Straits nos Estados Unidos” também se referia a sua situação com Holly. No momento onde diz, “tens outros três dedos que estão apontando para você, podia ser The Italians ou podia ser
John, David e Pick!”
Fim! ^^

Bem pessoal, para chegar a meu ponto de vista, tive que abordar certos detalhes que são um tanto desconhecidos pela maioria, esclarecendo alguns “porquês” para todos vocês!

Então, mostrei para vocês um pouco de cada coisa, vejam que Romeo And Juliet foi de certa forma inspirada com seu rompimento com sua Noiva Holly Vincent. Todo o processo que houve durante o período do final da Communiquê, foi crucial para composição de clássicos como Romeo And Juliet e Solid Rock.

Vale lembrar, que ao contrário do que muitos pensam, Romeo And Juliet é uma canção de desamor, basta análisar a letra de.

Contudo, voltando à trilogia,
“Romeo and Juliet” é um homem desesperadamente apaixonado, com o coração partido porque sua Juliet o abandonou por outro. “It never rains se refere a seu novo Romeo” e está bastante claro que se fala de uma garota, para a qual, agora havia chegado os tempos difíceis, não há compaixão. “ Nunca se importou com as regras/ Você nunca deu à mínima a quem você se apegou/ E encontra-se sangrando levantando no chão/ Você fere as pessoas na sua maneira/ Por que você nunca pensou que nunca cairia. E Love Over Gold há uma aceitação com a realidade que se passou.

Essa reflexão é arrepiante, basta pegar a tradução de ambas as letras e fazer a ligação, é muito interessante, sugiro que façam isso. ^^

Espero que tenha esclarecido algo para vocês!

De fã para fã!

Brunno Nunes. ^^

Um comentário:

Carla Costeira disse...

Por acaso, já tinha lido sobre este romance e, que a música "Romeu and Juliet" lhe era dedicada, mas, nunca soube que MK tivesse passado por tal desgosto, inclusive, uma depressão tão profunda!
Mas... quem já não sofreu por amor? Todos nós!
Mais uma vez, obrigado, por nos dares a conhecer tanta coisa!
Beijinhos :)

Dire Straits

Dire Straits
A voz e a guitarra do Dire Straits ao vivo em Cologne, 1979