sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Novos Vídeos de David Knopfler



Eu acabei de postar esses dois que não estavam no youtube, são raros também!





If God Could Make The Angels é uma das minhas prediletas, uma linda canção, linda letra.



Soul Kissing- San Remo- 1984. Esse também não havia no youtube, então... resolvi postar também! ^^

Enquanto isso...

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



Este último foi publicado hoje por David e também estava "empoeirado", não estava no youtube.

Forty Days and Nights- small mercies CD- 1995 



Lonely Is The Night- Lifeline CD- 1991

Brunno Nunes


quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Clip- Once Upon a time in the West- 1979- (Brunno Nunes)



Aqui está uma verdadeira relíquia!

Poucos foram os que viram este vídeo, o clip de Once Upon a Time in the West. Este vídeo ficou empoeirado por muito tempo, razão pela qual é desconhecido por muitos fãs. Eu fiz uma pequena edição juntando duas partes de duas fontes que eu tinha e o resultado é esse que agora vocês podem apreciar com exclusividade, aqui no blog Universo Dire Straits.

 Do Brasil para o mundo, de Fã para Fã!



Here is a relic! The clip of Once Upon a Time in the West was dusty long, why is unknown to many fans. I did a little editing joining two pieces of two sources I had and the result is that now you can enjoy exclusively.
  From Brazil to the world, Fan to Fan!

Brunno Nunes

sábado, 6 de junho de 2015

Sultans of Swing- versão- Live at the BBC e Down to the Waterline.




Agora vai!!!
Trecho de Sultans of Swing, versão do cd "Live at the BBC", (com um pouco de driver), filmado na casa de meu amigo, grande guitarrista Junior Ferreira.
Foi muito bom esse encontro pra desenferrujar meus dedos, fazia um tempinho que não o plugava minha guitarra, é sempre um grande prazer e emoção tocar essa canção, ou qualquer uma do Dire Straits!!! 



Aventurando em Down to the Waterline... 
Se não fossem os meus dedos travados... ^^


Brunno Nunes


Emoticon smileB

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Dire Straits- Bernadette- (Sung by David Knopfler.)- STRAIT TO NEW YORK 1979



Sei que estou em falta aqui e já faz um tempinho até, antes de voltar as atividades com mais frequência, aqui está um slide que preparei com carinho com a canção Bernadette, raramente tocada por David Knopfler, por sinal, canção de sua autoria. Espero que apreciem, a qualidade está excelente.

Dire Straits
Venue: Palladium, New York, USA
Date: 11th September 1979
Source: Audience

Apreciem!!!

Brunno Nunes.

terça-feira, 24 de março de 2015

Create a music video for Mark Knopfler and Virgin EMI




Saudações Knopflerianas!!!!!!!!!!!!!!

Recentemente o site oficial de Mark Knopfler lançou a seguinte nota:

Mark Knopfler convida cineastas, diretores de vídeo e animadores de todo o mundo para criar um vídeo da música original para sua nova faixa, "Wherever I Go 'feat. Ruth Moody.

Aqui está a mensagem de Mark:

“A creative act so often creates others. It’s often intriguing to find out what happens to my songs after they’ve walked out of the studio and into the world. I’m looking forward to seeing so many different interpretations of “Wherever I Go”.
https://www.talenthouse.com/i/create-a-music-video-for-mark-knopfler-and-virgin-emi

Mark está à procura de um vídeo ou de música ou um vídeo lírico, onde sejam apresentadas suas maneiras criativas para capturar a essência da música. Inspirando-se na letra e música, contando a história que você vê quando se ouve "Wherever I Go '.

O melhor de tudo é que o Brasil está concorrendo, representado por Carlos Gayotto Rolim e estou aqui para divulgar essa maravilhosa iniciativa.

Segundo Carlos, que tem uma produtora, ele escreveu uma estória de um personagem que vive em um motorhome e faz "apresentaçõeszinhas" em praças públicas para sobreviver.

Então acabei de receber o vídeo e as seguintes considerações de Carlos:

"Esse aqui é o video que fiz pro nosso ídolo. Serão 2 prêmios, o do júri e o de mais compartilhado, então conto com você para me ajudar a compartilhar por aí! Espero que tenha feito algo que dignifique e honre o MK! Estamos representando o Brasil nessa competição! Um abraço" 

Com toda certeza eu estou apoiando essa inciativa e quero contar com todos os fãs brasileiros para que juntos, venhamos compartilhar e assim quem sabe teremos essa honra de ter uma produção brasileira de um clipe do Mark Knopfler!

Aqui está o vídeo.

https://www.talenthouse.com/i/587/submission/152419/681c9f78



Temos praticamente essa semana, o Mark vai avaliar nesse final de semana, então é só dar um share na página do talent house. Se for possível deixar um comentário ou no Youtube ou no Talent House, é bom também, além de clicar no coraçãozinho que está na página ajudará ainda mais para que esse vídeo venha ser o vencedor!


Aqui está a letra da canção traduzida para se ter uma ideia do contexto:

Wherever I Go (Onde quer que eu vá)

Talvez eu sou obrigado a vagar
de um lugar para o outro
O céu sabe porquê
Mas na imensidão azul
Sua estrela é fixa, no meu céu

Apenas um outro bar, em uma encruzilhada
Assim, longe de casa
Mas tudo bem
Sempre que eu estou descendo a estrada escura
Eu não me sinto sozinho no meio da noite

Há um lugar no meu coração
Embora estejamos distantes
Que você sempre, sabe?
Não importa quanto tempo desde que te vi
mantenho a chama lá para você
Onde quer que eu vá

Sax [solo]

Eles estão querendo fechar aqui
Puxando as cortinas
Mas eles vão deixar você ficar um tempo
E eu vou, em um tempo

Agora eu tenho te deixar irmão
Então fica a última rodada
Só de olhar para você, de qualquer maneira

Você pode seguir em frente e ter um outro
(Você não), tempo de permanência
Eu vou dizer, o meu adeus agora

Há um lugar no meu coração
Embora estejamos distantes
Que você sempre, sabe?
Não importa quanto tempo desde que te vi
I manter a chama lá para você
Onde quer que eu vá


Brunno Nunes


quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Beryl- Vazamento do single do novo álbum- Tracker


Esta semana vazou uma canção do novo álbum de Mark knopfler, mas, já foi retirada do youtube.

Aqui está o Single do novo álbum que será lançado dia 10 de Março de 2015, particularmente eu gostei, agradável como sempre, Essa é a "vibe" agora, não há o que contestar quando a isso!

No mais, queiram conferir!



DOWNLOAD

Brunno Nunes.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Mark Knopfler plays snippets of some of his songs



A internet é uma caixinha de surpresas, vez por outra surgem pérolas como esta!

Knopfler e um violão... nada mais que uma perfeição! Com direito a explicações acerca das canções.

O que diria de um acústico dele nos dias atuais... Vendo esse vídeo, podemos imaginar!

Espero que apreciem!!!!

Brunno Nunes.

Setting me Up- Dire Straits- Instrumental banjo- Brunno Nunes




Há pouco mais de dez dias "me caiu do céu" um banjo americano, Fender!Meu professor da faculdade é músico e me emprestou esse precioso instrumento que tanto eu sonhava em um dia poder tocar, estarei com ele durante esse mês de Janeiro.
Ainda estou "engatinhando" nesse instrumento, autodidata na guitarra, violão e de tabela, no banjo agora, mas estou adorando, porque estou tendo uma boa intimidade com esse instrumento e estou tentando tocar as canções que sempre adoro.

Dedico a todos os amantes do Country, bem como, para todos os fãs do Dire Straits, principalmente do início da banda. Essa é minha modesta versão desse clássico do primeiro álbum de 1978. Tocar essa canção é um verdadeiro desafio, quem conhece sabe!



Uma palhinha de outra "proeza" minha! ^^

Espero que gostem! ^^

Brunno Nunes.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Novo doc. Dire Straits Discovering SKY ARTS 1




Saudações Knopflerianas!!!!!!!!



Ainda não assisti completo, não obstante, deixarei aqui a opinião de um amigo e grande fã do Dire Straits, Marcos Schulz, a respeito dessa recente produção:


"Não achei grandes coisas. E penso que perderam uma baita oportunidade, ao falarem da saída do David, de mostrar a participação dele como compositor durante os Early Years. O som do DS, pra evoluir da forma que evoluiu, precisou deixar pra trás as parcerias com o David....aquele tipo de som dos primeiros dois álbuns é algo que não se encontra em nenhuma outra banda, de nenhuma época....era uma coisa muito específica, e só podemos imaginar, por meio da carreira solo do irmão menor, como isso teria evoluído com os dois juntos.

O mesmo pode ser dito sobre a carreira solo do John, que tb não foi citada. 

Além do mais, parecem ter reduzido a qualidade dos últimos álbuns pelo que o público supostamente queria nas épocas respectivas. Algo como:

anos oitenta - DS se adaptou ao que o público queria - álbum bom.
anos noventa - DS não se adaptou ao que o público queria - álbum ruim.

Essa forma de avaliar é pobre, só poderia ter vindo de um grupo de críticos "de público" ou "de rádio", e nunca "de música".


Grande Marcos, sempre com comentários bem fundamentados! 

É uma pena que esse tenha sido conteúdo, pensei que iria ver alguma perspectiva relevante e diferente, mas... O que se esperar de críticos desse naipe? Antes fossem fãs pesquisadores com teor crítico como muitos aqui
 e tantos outros por ai a fora, do que esse pessoal, para assim, fazer a diferença! 

Abordaria com categoria (modéstia a parte) a questão da sonoridade da formação original, além disso, questionaria uma grandiosa lista de grandes canções que não são tocadas a quase 30 anos ou mais, fora certas canções que nunca tiveram a chance de serem tocadas ao vivo.

Enfim... mesmo assim, é sobre o Dire Straits e sem dúvidas é bem-vindo! ^^

Um feliz 2015 para todos os Knopflerianos!!!!!!


Brunno Nunes.

domingo, 2 de novembro de 2014

Memórias da Communqué tour 1979.


Saudações Knopflerianas

Novembro chegou e esse mês sempre me faz relembrar um período bastante curioso de nossa querida e amada banda, a reta final da minha turnê e fase predileta do Dire Straits, a Communiqué Tour 1979.

Em Setembro de 1979, o Dire Strais inicia sua segunda turnê americana e foi justamente nesse ponto da turnê que as coisas começam a mudar. Surgem nos shows novas canções como Bernadette (escrita e cantada por David Knopfler) e In My Car (escrita e interpretada por Mark Knopfler). Se houve um período mais próximo ao que se pode compreender por democracia na banda, este foi o momento, um outro membro da banda assumindo o papel de vocalista e interpretando uma canção de sua autoria, quem mais poderia fazer isso, se não, o David Knopfler!

Enfim, o rompimento da relação de Mark e a cantora Holli Vincent em plena turnê americana foi algo que quase arruína a estrutura da banda, levando a Mark a uma mudança de comportamento para com todos fora dos palcos, o próprio Ed Bicknell (empresário do Dire Straits) cita em biografia autorizada que acreditava que a banda estava ao ponto de sofrer um colapso e acabar antes mesmo do fim da turnê. Contudo, em meio a toda essa tempestade, eles conseguiram concluir a turnê bravamente e nos dois álbuns seguintes, Knopfler soltaria seus "demonios" presos em sua garganta desde então, em canções memoráveis como Romeo and Juliet, Love Over Gold e It Never Rains. Não obstante, Solid Rock surge ainda na reta final da turnê do Communiqué como seu primeiro "grito de alerta", podemos contemplar em vídeo assistindo o maravilhoso documentário: BBC ARENA, ou em alguns bootlegs desse momento crucial da banda.

Observem as canções que foram tocadas durante a turnê:

Típico setlist

Down to the waterline
Six blade knife
Once upon a time in the west
Lady writer
Single handed sailor
Water of love
In the gallery
Follow me home 
News
What's the matter baby
Lions
Sultans of swing
Wild west end
Where do you think you're going?
Eastbound train
Southbound again

Outras cancões interpretadas:

Angel of mercy
Portobello Belle
Nadine
Setting me up
Bernadette
Im My Car
Twisting by the Pool
Solid Rock
Les Boys


Para abrilhantar este espaço, aqui eu deixo um documento exclusivo, do fundo do baú, para não perder o costume!

Ultra raro- Dire Straits ao vivo em Johanneshov Stockholm Sweden- 23.11.1979.

Este documento provém de uma câmera Super 8 milímetros, em seguida, convertido para DVD.
Para quem gostaria de apreciar uma verdadeira raridade de sua banda preferida.

Eu mesmo fiz a edição, espero que apreciem esse registro raro da banda com uma típica versão de Lady writer exatamente desse ponto da turnê. Observem a energia da banda, há algo de visceral na interpretação da canção, (comparem por exemplo com a versão do Rockpalast, que é bem do início dessa turnê), algo bem característico dos shows desse momento da banda, basta ouvir qualquer bootleg de Novembro de 79 e encontrar sempre powerful versions.  



Brunno Nunes.

Dire Straits

Dire Straits
A voz e a guitarra do Dire Straits ao vivo em Cologne, 1979