terça-feira, 26 de abril de 2016

Sydney 86- 30 anos do fim da BIA tour 85/86.






Há exatamente 30 anos, 26/04/1986, o Dire Straits encerrava a turnê do revolucionário Brothers in Arms, com um concerto Entertainment Centre Sydney Austrália, marcando o fim de uma era da banda.

A turnê, também conhecida como Live in 85/6, levou a banda ao redor do globo e eles tocaram 241 shows esgotados, 23 países e 117 cidades. Mais de dois milhões e meio de pessoas assistiram os shows dessa turnê.







O primeiro concerto real da imensa turnê mundial foi no dia 25 de abril, em Split, Yugoslavia.. Novamente algumas mudanças na turnê line-up: Hal Lindes foi substituído por Jack Sonni e Mel Collins foi substituído por Chris White. Tommy Mandel por Guy Fletcher.



 Vários convidados especiais apareceram durante a turnê: Eric Clapton, Paul Young, Hank B. Marvin, J. J. Cale, Sting, Billy Joel, David Sanborn, Branford Marsalis, Paul Brady, Dave Edmunds, Nils Lofgren, Francis Rossi, T-Bone Burnett e Pete Townshend e em 1986, Bob Dylan.




Em Setembro de 1985, Mark Knopfler foi para o Sweetwater Cafe, San Francisco para ver J.J. Cale executar. Mark foi convidado para tocar no palco como convidado especial. Em 18 de dezembro de 1985, J. J. Cale retornou o favor e juntou-se Dire Straits no palco do Hammersmith Odeon, em Londres, Reino Unido. Infelizmente, J. J. Cale faleceu no dia 26 de Julho de 2013.



(LIVE AID- WEMBLEY ARENA 1985- Panorama do público que assistiu a apresentação do Dire Straits e logo em seguida o Queen.)

Durante essa turnê, eles também fizeram uma aparição no famoso Live Aid 1985 show, tocando duas músicas  (Money for nothing com Sting e Sultans of swing) no fim da tarde daquele dia 13/07/1985, no Estádio de Wembley e retornando a Wembley Arena, na mesma noite para mais um concerto de sua própria turnê, numa série de 14 noites interruptas na Arena Wembley.


Quando os ingressos foram colocados à venda para o '86 turnê, eles continuaram a vender e esgotando todos em questão de horas, chegou ao ponto da banda chegou a ir para os veículos de comunicação pedir para não comprarem mais ingressos que eles estavam esgotados e queriam voltar para casa.

No concerto de encerramento da turnê, no no Sydney Entertainment Centre, Sydney, Austrália, 26/04/1986, a banda doa a quantia $ 50,000 para a campanha anti-droga que estava correndo na Austrália.


O repertório foi espetacular:

Ride across the river
Expresso love
Industrial disease
So far away
Romeo and Juliet
Private investigations
Sultans of swing
Why worry
Your latest trick
Walk of life
Two young lovers
Money for nothing
Tunnel of love
Brothers in arms
Solid rock
Waltzing Mathilda
Going Home

É um registro real, na integra de um legitimo concerto da banda no fim da turnê, versões preciosas de todas as canções presente no setlist, com destaques para:  A faixa que abre o show, a atmosférica Ride across the river, a inclusão de Industrial disease, tocada somente na reta final da turnê, uma apoteótica versão eletro-acústica de So far away, a única versão Your latest trick nessa turnê, uma emocionante versão da sempre linda Why Worry,  uma doce e nostálgica versão de Tunnel of love, com um solo final memorável e uma emocionante versão de Brothers in arms, com o som aveludado de sua Gibson Les Paul.

Enfim, o show é histórico, altamente recomendado para todos os fãs e apreciadores da banda.



Vamos celebrar, pois isso é história!

Brunno Nunes.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Ajudem a ativar a opção de auto dj na rádio Knopfleriana Brasil!



Olá amigos Knopflerianos!!!

Encontrei uma solução viável para que as músicas transmitidas na rádio Knopfleriana Brasil fiquem acessíveis mesmo quando eu estiver offline. O servidor que uso possui a opção de auto dj, no entanto, para essa opção ser liberada pra mim, eu preciso ter 100 VOTOS na página.

O recurso funciona da seguinte maneira, ele grava tudo que eu tiver transmitindo,  quando eu estiver offline, tudo que foi transmitido vai ficar registrado no servidor, que irá continuar a transmitir tudo, mesmo eu estando offline. É uma maneira de todo mundo poder ouvir a programação a qualquer hora!




Então, peço a quem puder ir no link abaixo e dar uma curtida, no momento tem apenas 35 votos, preciso de 75 curtidas para poder habilitar essa opção (RECORDED PODCASTS).


Outro ponto, vocês devem ter percebido que eu criei uma barra de player da rádio Knopleriana Brasil, fica no lado esquerdo da página, desta forma, agora são duas rádios, em ambas eu retirei o autoplay, para ativar a rádio é só clicar em Play. A rádio antiga que é 24 horas online, e a atual que em breve será 24 horas online também, só depende da ajuda de vocês, votando no local informado!

Conto com essa simples ajuda, muito obrigado! ^^

LINK: http://brunnods.caster.fm/

Brunno Nunes.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Nova rádio- "Knopfleriana Brasil"

Saudações Knopflerianas



Essa semana eu criei uma rádio, inicialmente chamava-se "Calling Bootlegs", pois  iria divulgar apenas bootlegs, mas, percebi que é inevitável não por algumas músicas da discografia oficial, por isso, vez por outra eu coloco algumas músicas tanto do DS, MK solo, e ex membros em suas carreiras solos. Dessa forma, eu mudei o nome da rádio para "Knopfleriana Brasil",  exclusiva para Knopflerianos. O objetivo a priore é divulgar o outro lado da obra, os Bootlegs e raridades do Dire Straits e Mark Knopfler, (divulgar "o lado escuro" da obra Knopfleriana, pois ao vivo, Mark Knopfler se reinterpreta e nesse sentido, há sempre algo novo para se apreciar em sua obra), através de  minha coleção.

Eu pretendo realizar especiais acerca do universo Dire Straits, Knopfleriano. A rádio só vai ao ar quando eu estiver online, neste sentido, eu irei me organizando em elaborar datas e horários onde realizarei especiais, em todo caso, pretendo por bootlegs na íntegra das variadas turnês tanto do DS, como MK solo.


Sempre que estiver online, colocarei no lado esquerdo da página do blog onde tem (Rádio- "Knopfleriana Brasil").

Ainda estou no começo, aos poucos irie aperfeiçoando.

Enfim, é uma iniciativa de  fã para fã, feita com carinho e dedicação para todos os Knopflerianos do Brasil e do mundo! Espero que apreciem!!!

Confiram!!!!

Hoje, as 23:00 hs (Brasil) com o show Leeds 78 e muito mais!
Especial Dire Straits Early years!


Visit my Radio Website


http://brunnods.caster.fm/

Brunno Nunes.

quarta-feira, 9 de março de 2016

Adeus Sir George Martin.






O mundo da música perdeu um verdadeiro guru musical, Sir George Martin. No paraíso da música, John e George sem dúvidas, hoje lhe receberam com grande alegria e saudades. Quanto a nós, só nos resta agradecer pelo seu eterno contributo para com a boa música, que aqui fica pela aurora dos tempos!


George Martin cruzou a história do Dire Straits em 1991, no álbum On Every Street, a seção de cordas de canção Ticket to Heaven foi elaborada por ele. Justamente nessa canção, Passagem para o paraíso que ele veio desempenhar um arranjo belíssimo, divino, colaborando com a qualidade do último álbum de inéditas do Dire Straits.







Sempre há uma beleza singela quando ocorre o encontro de grandiosas estrelas como essas!








Ainda no final da década de 80, ambos participaram de um especial infantil produzido pela tv britânica, regado por uma agradável melodia com influência célticas e de música clássica.
Ele consegui a sua passagem para o Paraíso
E à vida eterna.
Descanse em paz, gentleman.

I got my ticket to heaven
And everlasting life
I got a ride all the way to paradise
I got my ticket to heaven
And everlasting life

R.P.I. 
Sir George Martin

Brunno Nunes.

quarta-feira, 2 de março de 2016

Mark Knopfler - Summer's coming my way.




Recentemente surgiu um trecho d euma gravação realmente bastante preciosa, pois trata-se da primeira canção escrita e gravada por Mark em Leeds, em 1971, chama-se Summer ' s coming my way,

No aguardo de poder contemplar essa joia na íntegra!

Brunno Nunes.

terça-feira, 1 de março de 2016

Dire Straits - Industrial Disease + Private Investigations (TV)- (Rare video)


Saudações Knopflerianas!!!

Não é todo dia que nos deparamos com verdadeiras relíquias do Dire Straits, aos poucos, muitos vídeos empoeirados vão surgindo e revelando mais sobre a história da banda.


Aqui está minha mais recente descoberta.

Faz parte da promoção do Love Over Gold 1982, a banda ainda não estava em turnê, apenas indo nos programas de tv para divulgar seu mais recente álbum.

Esta apresentação foi em Estocolmo, dia 07/10/1982, no programa chamado Casablanca.

Vale a pena conferir mais um registro raro de nossa amada banda.



Brunno Nunes.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Walk of Life- Uma paródia espanhol!


Esse youtube é uma caixa de surpresa mesmo, esses dias me deparei com esse vídeo, achei muito divertido e pensei... porque não compartilhar aqui no Blog?...



Espero que gostem! ^^

Brunno Nunes.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Dire Straits- Rockpalast 1979


Saudações Knopfleriana

Hoje eu gostaria de compartilhar um pouco de minha história como um Dire Straits fã, Knopfleriano de carteirinha, através de algo que foi marcante e definitivo para minha dedicação e mergulho na obra Knopfleriana e que me trouxe até os dias de hoje, estou falando do show do Dire Straits- Rockpalast 1979.

Eu tenho uma relação muito especial com esse show!

Isso necessita de um pouco de viagem ao passado de um Knopfleriano pernambucano...

Em meados dos anos 2000, tudo que eu queria conhecer era um show com a formação original, conhecer as músicas do primeiro e segundo álbuns ao vivos em suas respectivas turnês, (1978/1979), contemplar o formato, sentir o sabor musical ao vivo com a formação que sempre me cativou. 

Algo além dos lançamentos oficiais, sempre foi escarço em minha região, quem tinha um vhs do On The Night, The Video, ou The Very Best era Rei, a essa altura eu consegui uma cópia em vhs do show On The Night, pouco antes, tinha conseguindo uma cópia do vhs dos clipe, The Videos (1993), era o minha iniciação, em seguida, a minha mesada quinzenal era destinada a compra de um cd original do Dire Straits, em seis meses eu tinha toda a discografia oficial (2000), eu ficava literalmente "Dire Straits", mas estava feliz, pois tinha ao meu redor essa sonoridade ímpar que me acompanha até hoje, 16 anos depois. No ano de 2001, me deparei com a opotunidade de conseguir o cd Live at the BBC, esse cd simplesmente me deixou ainda mais apaixonado pela banda, eu já tinha toda a discografia, já conhecia bem toda a obra de estúdio, e o Live at the BBC me trouxe uma boa pitada do que eu procurava, ouvir aquelas canções ao vivo com o formato original. Confesso que fiquei "anestesiado" com esse cd, só depois de ouvir bastante foi que percebi que ele se afastava da sonoridade do primeiro álbum, havia uma guitarra com uma certa distorção, as músicas estavam mais pesadas, "como uma nuvem carregada", fato era que havia muita energia e paixão.



Mas foi em 2002 que meu sonho se concretizaria,  através do extinto site brasileiro (dsrc.kit.net), de Carlos Landini, grande Knopfleriano, que eu adquiri uma cópia em VHS de um VCD com o show Rockpalast 79. Quando isso veio parar em minhas mãos foi impactante, para mim não há nada que supere a experiência audiovisual, poder apreciar aquelas canções dos dois primeiros álbuns em vídeo era surreal pra mim, a qualidade não era nada comparado ao que temos hoje, mas, para quem não tinha nada, era tudo, e assim foi...




Rockapalast é um concerto do Dire Straits em seu verdadeiro formato, cru, jovem, com frescor e paixão, dias onde eles estavam a fazer jus ao seu nome "Dire Straits"... Antes do sucesso mundial atingi-los, tornando-os "Main-Stream música popular" com canções como Walk Of Life e Money For Nothing. Aqui temos uma banda em seu começo, sua essência, Country/Blues, Pub/Rock.
Foi aqui que eles produziram a máxima de seu som único, um feito memorável, a sonoridade das Fenders com os Knopfler's é incomparável. Com a saída de David Knopfler as coisas realmente começam a mudar de direção e foram se afastando cada vez mais dessa sonoridade que podemos apreciar nesse precioso registro que nos revela o Rockpalast 1979.

Esse concerto sempre foi o meu número 1, meu xodó, é o dvd que levaria para uma ilha!

Reúne canções como:

Down to the waterline
Six blade knife
Once upon a time in the west
Lady writer
Single handed sailor
Water of love
In the gallery
Follow me home
News
What's the matter baby?
Lions
Sultans of swing
Wild west end
Where do you think you're going?
Eastbound train
Sultans of swing



Não vou deixar em destaque uma ou outra canção, todas merecem destaque por possuírem um brilho muito particular, além de que, em se tratando de um registro em vídeo na íntegra da formação original do Dire Straits, é coisa que não tem preço, um verdadeiro amor acimo do ouro.

É o comecinho da turnê do Communiqué, poderíamos ter Angel of Mercy ou Southbound Again encerrando esse concerto, a razão de encerrar com Sultans of swing deve-se ao perfeccionismo de Mark Knopfler que iniciou de forma equivocado o primeiro solo da canção quando tocou na primeira vez nesse show, se não fosse isso, seria um deleite poder apreciar tanto Angel of Mercy quanto Southbound Again, pois não temos registro em vídeo de ambas, infelizmente.



A presença da arte da capa do primeiro álbum abrilhanta ainda mais o cenário, envolve ainda mais o espectador apreciador da formação original.

O Lp Communiquê só iria ser lançado dia 15 de Junho de 1979, provavelmente a arte do segundo álbum ainda não estava definida, embora, o sucesso do primeiro álbum tenha de certa forma eclipsado com o segundo álbum. O fato é que são álbuns continuativos e evolutivos. 




Qualquer registro posterior a essa formação possui uma áurea de "Mark Knopfler e banda", porém, de modo algum isso diminui a importância do que veio depois, cada álbum sempre teve muita qualidade e brilho próprio, apesar de todos os álbuns de Dire Straits serem incríveis, para mim, Dire Straits 1978 (primeiro álbum) e Communiqué 1979 são os melhores trabalhos e se você quiser saber a razão é só prestar atenção nesse concerto, conheça os dois primeiros álbuns de "cabo a rabo" e saberás onde é que fica o verdadeiro Shangri-la que Mark Knopfler cantou em seu álbum homônimo de 2004.


Brunno Nunes.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Praticando sons do álbum Communique!


Esse fim de semana estive plugando minha guitarra,  procurando um timbre próximo do álbum Communique, acabei registrando alguns momentos com meu celular e pensei... porque não compartilhar aqui também?

Enfim... aqui estão duas amostras,  resultado de uma tarde de sexta em casa, relaxando, tentando tirar esse som e buscando o timbre perfeito para meu deleite musical! ^^



Um pequeno trecho (esboço) de uma canção fundamental para quem, (como eu), busca timbre clean. Single-Handed Sailor, do segundo álbum dos Dire Straits- 1979.



Minha pequena versão dessa canção do segundo álbum do Dire Straits.

Buscando o timbre ideal!

Brunno Nunes.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Boa viagem Ziggy Stardust!

Hoje é um dia muito triste para a música internacional, e para todos nós que sabemos da importância e o valor da arte de David Bowie, verdadeiro expoente da criatividade e liberdade de expressão do século XX e XXI.

Em 1986, David Bowie dividia o palco com Mark Knopfler, Paul Lowe, Mark King (Level 42), Mick Jagger, Bryan Adams, Status Quo, Eric Clapton, Tina Tuner... Para um mega show Prince ' S Trust.

 Quem não tem esse dvd, eu recomendo!







Vale apena rever!!!!

É bom saber que uma banda como essa existiu na face da Terra!



Ele foi Hero e sempre será, ele era um Starman (Homem estelar) e para sempre irá brilhar, há uma constelação a te esperar no horizonte eterno!

Ele voltou para as estrelas, descanse em paz camaleão do Rock, sua obra ainda será estudada e apreciada pelos séculos e séculos!


Boa viagem Ziggy Stardust!!!!


Brunno Nunes

Dire Straits

Dire Straits
A voz e a guitarra do Dire Straits ao vivo em Cologne, 1979