quarta-feira, 16 de junho de 2010

Análise Musical- Lions



Irei usar esse espaço para expor uma análise musical acerca da canção Lions, última canção do primeiro álbum do Dire Straits.

Há muito tempo que tive essa idéia, estava arquivada, aguardando o momento certo para iniciar.
Espero que essa seja a primeira de muitas outras análises musicais de músicas que fazem a obra do Dire Straits e da carreira solo de Knopfler.

Para essa análise que irei apresentar, contei com minha querida amiga Greice Feital, ela me ajudou bastante no processo de entendimento da letra, ou seja, "queimamos muitos neurônios juntos”, a pelejar por uma clara visão do que Knopfler nós mostra nessa misteriosa e fantástica canção.

Assim sendo, devo citar que a colaboração de Greice foi de grande importância para que juntos conseguíssemos atingir algum resultado (acredito) plausível, sobre uma análise da canção> Lions.

Além disso, utilizei alguns elementos de uma conversa
acerca da canção Lions que tive caro amigo Ricardo Carvalho,(grande fã e conhecedor da obra Knopfleriana, sempre presente na comunidade do DS- Orkut). Utilizei também alguns conhecimentos que já tinha sobre a canção, (curiosidades a respeito e no processo de criação desta pérola), e por fim, enviei algumas pequenas dúvidas para meu caro Ed, sobre algumas expressões na letra, que até então não ficaram muito claras, ele poderá me responder em breve e se for necessário farei alguma alteração.

Bom, tendo em vista todos esses detalhes, devo iniciar a Análise Musical- Lions


----------► ◄----------

Convido todos os visitantes a participarem deixando seus pontos de vista, tenho certeza que será enriquecedor para todos nós.

----------► ◄----------

Lions é uma viagem musical pela Trafalgar Square, em plena Londres no final dos anos 70, nada mais que o dia a dia do jovem Mark em plena Londres, isso é típico do contexto do primeiro álbum, é como uma biografia Londrina.

Foi o David Knopfler quem deu a sugestão da melodia para Lions a Mark Knopfler.

Quando estavam no estúdio gravando o primeiro álbum, eles já tinha cerca de 13 canções trabalhadas, no entanto, por alguma razão, tiveram que descartar algumas canções para o álbum. (Se não me engano, por motivo de contrato, quantidade de músicas). Então, músicas como Real Girl, Me and My Friends, Eastbound train, What's the matter baby e Sacred Loving (escrita por DavidKnopfler), tiveram que ficar de fora. Acredito que para eles, essas canções não se enquadravam para a idéia do primeiro álbum, faltava apenas uma canção para fechar o que seria o primeiro álbum, então, David sugeriu a Mark tentar fazer uma melodia como uma "Onda", ele sugeriu aquele "swing", e assim eles devem ter escolhido o tom, Bm.

Lions foi realmente a última música a ser escrita para o primeiro álbum, por isso nem existe a sua demo.

Mark provavelmente escreveu esta canção na hora do rush na Trafalgar Square.

É interessante pensar que a música veio antes da letra, à atmosfera musical que eles criam nessa canção tem tudo a ver com as cenas que ele descreve. A melodia é extremamente "delicada".



Vamos à letra:


Lions


Red sun go down way over dirty town
Starling are sweeping around crazy shoals
A girl is there high heeling across the square
Wind blows around in her hair and the flags upon the poles
Waiting in the crowd to cross at the light
She looks around to find a face she can like.

Church bell clinging on trying to get a crowd for evensong
Nobody cares to depend upon the chime it plays
They’re all in the station praying for trains
Cogregations late again
It’s getting darker all the time these flagpole days
Drunk old soldier he gives her a fright
He’s crazy lion howling for a fight.

Strap hanging gunshot sound
Doors slamming on the overground
Starlings are tough but the lions are made of stone
Her evening paper is horror torn
But there’s hope later for capricorns
Her lucky stars give her just enough to get home
Then she’s reading about a swing to the right
But she’s thinking about a stranger in the night
I’m thinking about the lions
Thinking about the lions
What happened to the lions
Tonight




Leões

(Tradução- Brunno Nunes e Greice Feital)

Sol vermelho se põe sobre a cidade suja
Pássaros estão ''varrendo'' ou voando em volta, cardume louco ("cardumes loucos" referência ao vôos dos pássaros que se aglomeram na praça, porque os passaros voam juntos na mesma direção como os cardumes de peixe)
Uma garota esta lá, de salto alto atravessa a praça
O vento sopra em seus cabelos e nas bandeiras sobre os mastros
Esperando na multidão para atravessar o sinal
Ela olha em volta procurando um rosto de quem goste


O sino da igreja mantem-se fiel na tentativa de conseguir fiéis para missa
Ninguém se importa em depender do alarme tocando (barulhos dos sinos)
Eles estão todos na estação rezando por trens
Fiéis atrasados novamente (fieis, referente a "congregação", se ele estiver sendo irônico, referindo-se ao aglomerado de pessoas que estão na estação esperando, rezando por trens, afinal, eles estão em frente a uma igreja, assim dar pra ironizar de certa forma e MK é bom nisso.)
Esta ficando escuro o tempo todo nestes flagpole days (dia de hastear as bandeiras, pode ser alguma comemoração, ou poderia ter havido alguma coisa acontecendo nessa hora do dia)
Velho soldado bêbado ele dá um susto nela
Ele é leão louco uivando por uma briga (procurando)

Correia pendurada, som de tiro ("Correia que fica pendurada" no trem, "som de tiro" o barulho que fazem ao serem puxadas ou referencia ao som dos trilhos quando o trem passa)
Portas batendo no andar de cima
Pássaros são espertos, mas os leões são feitos de pedra
Seu jornal da noite é um show de horrores
Mas há esperança para os capricórnios
Sua estrela da sorte lhe dar apenas o bastente (ou sufuciente) para chegar em casa
Depois ela ler sobre uma guinada à direita (política,leis,ou assuntos jurídicos)
Mas ela esta pensando em um estranho na noite.
Eu estou pensando sobre os leões, pensando sobre os leões
O que aconteceu com os leões
Esta noite.



Vamos ao Vídeo



Creio que seja a melhor interpretação em vídeo dessa canção. Grande atmosfera, Dire Straits em pleno auge da sutileza! (Dire Straits live in Rockpalast - Cologne, Germany. Februari 16th 1979).



----------► ◄---------

Curiosidades:

Starling: São pássaros, pelo que vi, eles não são nativos da América, são em grande número. Muita gente não gosta deles. Eles têm esse voo "louco", voam juntos na mesma direção como os cardumes de peixe).




"crazy shoals"



Ao que tudo indica, as bandeiras citadas na letra são da National Gallery




"and the flags upon the poles"






A igreja citada na letra é provavelmente a igreja St Martin




"Church bell clinging on trying to get a crowd for evensong"




A "estação" seria a Charing Cross, estação subterrânea que possui uma entrada em Trafalgar Square (perto da entrada há um semáforo também mencionados na canção).

"They’re all in the station praying for trains"




As estatuas de Leões na Trafalgar Square



"Starlings are tough but the lions are made of stone"




(Quem quiser conhecer melhor a Trafalgar Square, Clique Aqui, contém algumas fotos de vários lugares ao redor desse lugar).

----------► ◄----------



Considerações:

Irei fazer algumas considerações, na verdade, meu ponto de vista sobre a letra da canção:

Primeiro ele descreve o cenário:
Red sun go down way over dirty town
Starling are sweeping around crazy shoals

Em seguida entra a garota*

*A girl is there high heeling across the square
* ele cita que Wind blows around in her hair and the flags upon the poles

*fala o que está acontecendo com ela nesse momento
*Waiting in the crowd to cross at the light
*She looks around to find a face she can like.

------------------------------------------------------------

Nessa primeira estrofe podemos dividir em:

1- Descrição do cenário- Trafalgar Square (Red sun go down way over dirty town, Starling are sweeping around crazy shoals)

2- A personagem principal´, A Garota, >> (A girl is there high heeling across the square)


3- Narra uma cena que acontece com ela>>
(Wind blows around in her hair and the flags upon the poles
Waiting in the crowd to cross at the light
She looks around to find a face she can like).

*Ou seja, o cenário é a Trafalgar Square, detalhe importante é o tempo>>
(Red sun go down way over dirty town) dar ideia de por do sol, certamente a Trafalgar Square deve estár bem suja, fim de dia.

Como bom observador, o que Mark faz é se ligar nessa garota que está lá, de salto alto atravessando a praça, o vento sopra em seus cabelos e nas bandeiras sobre os mastro. Ele percebe que ela está esperando na multidão para atravessar o sinal,
percebe que ela olha em volta procurando um rosto,(alguém) de quem goste.

“Parece que Mark andou seguindo essa garota”, tanto que no final ele cita coisas como>> Her evening paper is horror torn/ But there’s hope later for capricorns/ Then she’s reading about a swing to the right/But she’s thinking about a stranger in the night...
Isso me faz pensar que essa mulher podia estar sentada do lado do Mark no metro, porque para ele descrever tais cenas, repleta de ricos detalhes... é bem provável que tenha ocorrido dessa forma. (Mas... ainda é mera especulação!) ^^


Segunda parte:


Então, digamos, certamente ela atravessa o sinal e se dirige para algum lugar...

Mark inicia a segunda parte citando a igreja St Martin in the Fields (pelo que vi é tudo muito pertinho, a estação de trem, essa igreja, tudo na Trafalgar Square).

Já que é a hora do "rush" no fim do dia, o pessoal está voltando pra casa. Ele cita a situação do dia-a-dia>> (O sino da igreja mantem-se fiel na tentativa de conseguir pessoas para missa, mas Ninguém se importa em depender com o barulho do sino, afinal, a maioria quer ir mesmo para seu destino, casa, eles estão todos na estação rezando por trens e ninguém tem tempo para ouvir os Sinos da St Martin in the Fields)
Estão todos atrasados novamente (Congregations late again) porque certamente essa é a rotina, todos se atrasam.
Em "congragations", pelo que entendi, ele está se referindo as pessoas na estação e que provavelmente houve um atraso do trem.


It's getting darker all the time these flagpole days, esse trecho ainda é um verdadeiro enigma, o que significa flagpole days? Até então não conseguimos saber o que ele quer dizer!

"Está ficando escuro" (certamente referente a hora, anoitecer)- all the time these flagpole days

A meu ver, ele está falando de algo típico dessa região de Londres, faz menção a alguma coisa comemorativa. Talvez essa bandeira sejam da National Gallery que fica também na própria Trafalgar Square em Londres, ou como se fosse o momento de hastear bandeiras, por causa da época do ano.

Cont...

Então um velho soldado bêbado ele dá um susto nela.
(Mark apelida um soldado bêbado de Leão louco)>> "Ele é um leão louco esta uivando por uma briga".



Terceira e última parte:

Então o trem finalmente chega e ele inicia descrevendo o que parece ser dentro do trem:

Strap hanging gunshot sound- ("Correia que fica pendurada" no trem, "som de tiro" o barulho que fazem ao serem puxadas ou referencia ao som dos trilhos quando o trem passa)
Doors slamming on the overground (Quando ele fala portas batendo no overground é no próprio trem)


Eu pergunto a vocês, será que essa parte pode ter acontecido toda no trem:

*Drunk old soldier he gives her a fright
He's crazy lion howling for a fight.

Strap hanging gunshot sound
Doors slamming on the overground


Razão pela qual ele faz a comparação>> "Starlings are tough but the lions are made of stone"?

Ou são enventos isolados?

------> <-------- No entanto, no trecho a seguir, a "história" é outra:



Her evening paper is horror torn
But there's hope later for Capricorns
Her lucky stars give her just enough to get home
Then she's reading about a swing to the right
But she's thinking about a stranger in the night
I'm thinking about the lions tonight
What happened to the lions.

Ele diz que o jornal da tarde é um horror, se referindo as notícias, mas que existe esperança para que e de capricórnio e que a estrela da sorte dela só garante o bastante pra ter um lar ou uma casa. (certamente falando de uma realidade social)

Nesse ponto é como se ele estivesse ao lado dessa garota, porque ele observou o que ele estava lendo sobre horóscopo, e política, ai depois “sacou” o que ela estava pensando... (Apesar dela está com um jornal vendo notícias, ela está pensando mesmo é em um estranho na noite, enquanto ele, está pensando sobre os Leões. Mas, quem ou quais leões são esses? Seria o soldado bêbado, que foi apelidado de leão louco, o que aconteceu com o sujeito?)

Será que quando ele cita lions... não esteja se referindo as estatuas, e sim a pessoas como o velho soldado bêbado que ele apelidou de um leão louco uivando por uma briga, ou seria as próprias estatuas?

Bom, ele escreveu uma música que fala de um lugar como a Trafalgar Square, e coloca um título bem sugestivo, Lions, podem ser as estatuas, no entanto, quando vemos a letra, ele só faz menção uma única vez a essas estátuas quando diz, Starlings are tough but the lions are made of stone, apelida um soldado bebado de Leão louco... hehe...Inusitado! ^^

Talvez o ("estranho na noite") que a garota estava pensando no final da canção tivera sido alguém que ela procurava e certamente tenha visto na multidão, como no iníco da canção!(Apesar dele não citar que ela viu, diz apenas que ela olha em volta procurando um rosto de quem goste).

----------► ◄----------

Enfim, são algumas perguntas que continuam sem respostas, mas de qualquer forma, foi maravilhoso poder fazer esse trabalho sobre essa misteriosa e fantástica canção.


Ao me aprofundando na letra de Lions, eu percebi que essa canção exprime momentos de solidão, como o da garota mencionado na canção. Imaginem a garota no meio da multidão, todos preocupados com seus afazeres, ela atravessando o sinal e o que ela procura? Um cara amigável (alguém interessante, alguém de quem goste) e depois um estranho na noite.

Hoje eu compreendo porque sempre relacionei essa música com a capa do primeiro álbum do Dire Straits, sempre sentia esse sentimento de solidão ao contemplar essa capa, o mesmo eu sinto ao ouvir Lions, sentia e não compreendia bem a razão, no entanto, agora está claro o motivo de toda melancolia na canção, eu diria, melancolicamente linda! ^^


Brunno Nunes.




5 comentários:

Romeu disse...

Medo! Uma resenha impecável. Muitos parabéns!

Zé Miguel Gomes disse...

Bela análise de uma grande música! As músicas desse período (de todos os períodos) são de uma riqueza incrível. Recordo quando há um mês percorri Londres e encontrei algumas ruas e locais que MK descreveu nas canções (southbond again, lions, portobello belle, industrial disease, wild west end, etc.)... Cada música, cada análise daria um belo livro, não?
Abraço de Portugal.

Inacreditável disse...

Acabei de ler pela segunda vez a análise e me dei conta de uma coisa. A tradução da frase "then she's readding about a swing to the right" pode ficar melhor. A frase diz respeito à política, o que foi corretamente percebido, mas "swing to the right" é uma "guinada à direita", uma expressão recorrente na política quando o regime se fecha um pouco mais, ou quando a direita toma o poder, etc. Se pensarmos que a década de 80 consagrou regimes neoliberais por toda Europa, então a moça da música em questão está lendo comentários sobre o início desse mesmo processo - uma "guinada à direita".
De resto, a tradução me parece excelente. Mais um vez parabéns pelo texto. Um abraço do Marcos S.

Brunno Nunes disse...

Muito obrigado pela observação, Inacreditável, me parece que de fato é mais coerente.

Alguém mais concorda, ou tem algo a acrescentar?

Zard32 disse...

Excelente análise, sempre achei a letra dessa e de algumas outras músicas bem curiosas, por exemplo na It Never Rains que eu não teria entendido o motivo da letra sem sua análise.Pretende fazer mais no futuro?

Dire Straits

Dire Straits
A voz e a guitarra do Dire Straits ao vivo em Cologne, 1979