sábado, 14 de fevereiro de 2009

Especial- ALCHEMY- Brett Whiteley





Hoje eu gostaria de falar um pouco a respeito da capa do primeiro álbum ao vivo do Dire Straits>> aLCHEMY- Hammersmith Odeon, London, UK, 23rd July 1983.

Lembro-me de quando eu vi a capa do aLCHEMY pela primeira vez, foi em LP, eu nem conhecia bem a banda ainda, eu tinha 13 anos, foi muito interessanye, repleta de detalhes surreais, além de uma atmosfera psicodélica marcante.



O autor dessa capa é Brett Whiteley, (7 de Abril de 1939 - 15 de Junho de 1992) foi um artista australiano. Um dos mais conhecidos pintores australiano do século xx.


Parte do seu trabalho (Alquimia) foi utilizado na capa do álbum ao vivo Alchemy ,do Dire Straits. Na verdade a pintura original, foi feita entre 1972 e 1973, era composta de vários elementos diferentes e em diversos painéis, semelhante ao American Dream. A pintura tinha muitas curvas e ilustres formas, imagens sexuais e letras gigantes em um dos painéis. Outros estão cheios de pequenos desenhos e pequenos detalhes mostrando formas, muitas das quais são baseadas na figura humana, como orelhas, mãos, partes do corpo e imaginário sexual. O trabalho refere-se à transformação, por exemplo, com a mítica transformação de metais comuns ao ouro.

Portanto, a capa do álbum aLCHEMY é uma adaptação de sua pintura original "Alquimia - 1974", pintado em um período de dois anos (1972-1973) pelo artista australiano, Brett Whiteley que era amigo pessoal de Mark Knopfler. A pintura é na verdade um auto-retrato e consiste de uma série de grandes painéis separados, que alargar em torno de diversas paredes de um estúdio. As linhas verticais separam os quadros podem ser vistos na capa do álbum.

É muito legal ver essas linhas verticais no LP, elas podem ser vistas também no cd!




Para adaptação do álbum foi incluída adicionais artes e fotografias da banda e algumas colagem como uma guitarra com lábios detida por uma mão. Uma característica predominante no trabalho do Brett Whiteley são as setas que estão indo em direções opostas, elas apresentam em diversas pinturas que ele fez.



Aparentemente Mark Knopfler era um admirador do trabalho da Whiteley.



Em uma entrevista sobre o programa televisivo australiano'60 Minutos' ele disse que estava "triste" em saber de sua morte.
















Aqui estão algumas fotos de seu trabalho original!

Apreciem!!! =)






















Blog também é cultura! =)

Brunno Nunes.

Um comentário:

Inacreditável disse...

Sensacional ver esses painéis.
ALguns deles tem uma presença muito marcante de Hieronymus Bosch, um pintor medieval flamengo. Vejam o "Jardim das delícias" dele e reparem nas proximidades dos detalhes das obras.
De resto, as imagens são mais apelativas sexualmente que no caso da capa do Alchemy....parece que deram uma "enxugada" pra não ficar muito agressivo.
Acho que a pintura realmente tem tudo a ver com o show: na forma como a banda se "transformou", as músicas amadureceram e às vezes se fundem. Enim, acho que é a capa mais rica do DS. Isso sem falar no folheto interno do álbum...

Dire Straits

Dire Straits
A voz e a guitarra do Dire Straits ao vivo em Cologne, 1979